Buscar
  • Meu Segundo Lar

Como lidar com idosos 'rebeldes' que se colocam em perigo?

É crendice que ao envelhecer as pessoas ficam mais pacatas e fáceis de lidar, como geralmente é mostrado na TV, em que os idosos — principalmente os mais avançados — falam baixinho, não entram em embates e estão sempre abertos a ouvir e acatar opiniões alheias.


Isso explica porque alguns idosos não se preocupam em, por exemplo, subir no telhado, dirigir com a carteira vencida, beber todas no bar e, sem consultar o médico, usar medicamentos que não deveriam. "Há quem age por malícia, inventa histórias e não é fácil lidar, pois, se não se importam consigo mesmos, o que dirá com os outros?", aponta Natan Chehter, geriatra da SBGG (Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia) e da BP - A Beneficência Portuguesa.



Sobre algumas táticas que podem funcionar, Paulo Camiz, geriatra e professor de clínica geral do HC-FMUSP (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), diz: "Na presença do médico, tenha uma conversa franca com esse idoso e dê-lhe informações para que se convença a mudar de atitude. Por exemplo, se é um sujeito funcional, mas está com osteoporose, explique que se cair por descuido e sofrer algum dano, a vida dele mudará do dia para a noite e para pior".


Fonte: VivaBem Uol


Leia a matéria completa em:

https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2021/11/04/como-lidar-com-idosos-teimosos-e-rebeldes-que-se-colocam-em-perigo.htm

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo